04/08/08

...eu amei-a de forma mais carnal...

Parecia mesmo impossível...já levariamos uns seis ou sete meses disto e ainda ninguém tinha lembrado essa épica série, portentoso icone da javardice masculina, hino de esperança para gerações, que foi o "Oh amigos meus".
Em boa hora o Perplexo2 quebrou a pestilência do nosso arrastar acomodado.
Bem haja.

Aqui deixo eu mais um clip...com uma das minhas cenas favoritas (se excluírmos a brilhante ideia da estação de comboios) - a da conversa com um recém-viúvo.
Nunca mais me esqueço de um excerto do texto e da pose tranquila com que é dito: "Ela gostava de ambos; a mim amava-me de forma mais carnal...a ti...de forma mais espiritual".
Genial...

1 comentário:

perplexo 2 disse...

Pois. O Oh Amigos Meus é um mito poderoso. Tanto que não deve haver outro filme que eu tenha visto apenas uma vez, que me lembre de tantas cenas, e que ainda as conte rindo-me às gargalhadas. Foi há quantos anos? Melhor nem contar. Mas eu confesso que procurava o vídeo da contorsionista espanhola, a propósito de caber numa malinha. Se alguém o encontrar no eter, que o poste por favor.